Insira sua data de nascimento

Loading

Tribo dos Saqueadores

Para a Tribo dos Saqueadores, batalhas são apenas um prelúdio da ação de verdade: pilhar e comer. Esta tribo rouba tudo de suas conquistas, deixando para trás apenas estilhaços e ossos. Outras tribos de orcs comentam que os Saqueadores são mais gananciosos do que temíveis, mas isso não passa de inveja pelas riquezas obtidas pelos Saqueadores.

"Bem-vindos a esta fortaleza! Seus corpos vão sujar os arredores; seus pertences vão encher os recintos! E vamos brindar pelo terrível poder do Senhor do Escuro, bebendo grogue adoçado com o seu sangue!"

— Snagog o Dourado

Tribo do Terror

A Tribo do Terror é obcecada com a ideia de causar dor e, às vezes, até em senti-la. São exímios torturadores e evocam medo entre as outras tribos de orcs, que sabem que ser capturado pela Tribo do Terror é um destino pior que a morte. Todo orc em Mordor é capaz de se deleitar com a dor do outro, mas a Tribo do Terror eleva essa dor a uma arte sanguinária, medida a gritos e gemidos.

"Somos os que derrubam os inimigos de Sauron! Somos os que fazem eles gritarem, e urrarem, e implorarem! Somos os que demonstram que até hoje você não conhecia a dor de verdade!"

— Ishghra o Devoto

Tribo Mística

Mordor é um lugar de magia negra, e a Tribo Mística conhece rituais e encantamentos que datam de milhares de anos; ritos de sangue que conferem poder e dor em igual medida. Ainda que os guerreiros da Tribo Mística sejam tão capazes quanto os orcs de outras tribos, Mordor inteira teme as maldições e feitiços que invocam. Para vencer esta tribo você deve destruí-los antes que possam convocar a magia negra do Senhor do Escuro, e seus supostos vínculos com males inominados ainda mais antigos.

"Eu li os sinais! Eu interpretei os presságios. Mas agora eu ponho tudo isso de lado para poder derramar o sangue, cortar os membros e rasgar a carne!"

— Tûmûg o Bruxo

Tribo Maquinal

A Tribo Maquinal crê que Mordor está à beira de uma nova era e que esta trará indústrias e mecanização. Abastecidas pelas minas de Tamon Angren, suas oficinas e forjas produzem muito do material de guerra do Senhor do Escuro. A fumaça negra no céu indica que as fábricas da Tribo Maquinal estão próximas. A tribo adota uma abordagem mecânica também na guerra, com uma marcha em total sincronia. Cada membro da tribo se vê como uma engrenagem em um aparato maior, algo que um dia abarcará toda Mordor.

"Nossas forjas fabricam as lanças, os machados e as flechas do Senhor do Escuro! E com essas potentes armas de guerra, vamos assolar os seus inimigos!"

— Kugáluga o Tritura-Osso

Tribo das Trevas

A Tribo das Trevas prefere usar ações furtivas e subterfúgios para dominar Mordor em nome do Senhor do Escuro, a quem eles veneram fanaticamente. São peritos em emboscadas, traições e todos os tipos de golpes ardis, e são mais poderosos do que o tamanho de suas tropas sugere. Outras tribos evitam se envolver com a Tribo das Trevas porque acreditam que a traição é inevitável. Mas quando não há outro meio para derrubar um chefe, um pedido para esta tribo normalmente basta para realizar o trabalho.

"Não precisam ter medo do escuro, irmãos. Mas podem ter medo do que espreita nele, esperando por vocês!"

— Lûgdash o Devorador

Tribo dos Senhores da Guerra

Mesmo entre os orcs de Mordor, os da Tribo dos Senhores da Guerra levam a paixão pela guerra a níveis inéditos. Para um orc Senhor da Guerra, cada momento fora de uma batalha é um momento desperdiçado. Marchar para a guerra e guardar fortalezas são tarefas que aceitam somente após relutar, e é melhor que sejam deixadas a cargo de outros orcs. Os maiores Senhores da Guerra são aqueles que deixaram uma trilha de sangue por Mordor, chacinando tudo em seu caminho. Outras tribos veem os Senhores da Guerra como orcs de objetividade brutal, mas nem por isso deixam de temê-los.

"Em nome do Senhor do Escuro, dominamos a guerra! Buscamos guerra, saboreamos guerra! Vamos honrar o nome de Sauron com cada escudo destruído e cabeça decepada."

— Goroth o Traidor

Tribo Atroz

Mordor possui habitantes mais temíveis que qualquer orc, e a Tribo Atroz se inspira nessas feras para os seus atos de selvageria. Eles vivem entre feras, como caragors e graugs, e adornam suas roupas e armaduras com fetiches e troféus tirados das feras que caçam. Entretanto, a reverência da Tribo Atroz pelas feras de Mordor vai além das vestimentas. Quando lutam, eles rugem, rosnam e rasgam inimigos com uma ferocidade comparável a de caragors.

"Sauron vai gostar de ver as feras de Mordor se alimentando do seu cadáver desprezível!"

— Ûshbaka o Massacrante

Tribo da Matança

A tribo da Matança possui os orcs mais sanguinários de todos. A vontade de sangue supera qualquer interesse em guerra, conquistas ou torturas. Eles são obcecados por vísceras, sangue e tripas, e adoram manchas de sangue em seus rostos extáticos. Para os orcs da tribo da Matança, matar é algo sujo e precede outros atos de selvageria e canibalismo. Eles não se importam muito com as aparências, sempre vestindo tecidos esfarrapados ou peles de animais mortos ainda com sangue. Geralmente, os orcs da tribo da Matança tomam pequenos troféus de seus inimigos, como os dedos, mãos e pés, isso se não os comerem antes. Além disso, os seus fortes são decorados com as peles de suas vítimas, para se lembrarem da emoção da batalha e do prazer do banquete que se segue. Eles se deleitam com a reputação de sanguinários, mas a brutalidade da Tribo da Matança pode revirar até mesmo o estômago do mais durão dos uruks.

"Ganchos e cavaletes! Adagas, câmaras de tortura! Lâminas de cutelo e dentes de serrote! Imaginem tudo isso, vermes, porque vai ser onde vão descansar seus restos mortais!"

— Gubu All-Eater

Tribo Marginal

A tribo Marginal abriga os membros mais rebeldes da sociedade dos orcs. Eles desprezam todos que tentam governá-los, sejam eles invasores ou Senhores de Mordor (seja ele um Senhor do Escuro ou Brilhante). Eles são extremamente orgulhosos e se consideram membros de uma raça superior. A tribo Marginal vê Mordor como uma terra soberana, pertencente somente aos orcs, mesmo se as suas ambições ultrapassam as fronteiras de Mordor e eles não veem a hora de iniciar a guerra pela Terra-média. Os outros orcs os veem como uma tribo rebelde, desorganizada e perigosa, podendo trair Sauron e tomar Mordor com a mesma velocidade que atacam um exército invasor. Eles decoram os fortes com a sua insígnia – o punho de sangue - e aproveitam todas as oportunidades para reforçar a mensagem de resistência contra as outras raças e orcs inferiores.

"Durante muito tempo, os reinos violentos dos homens ameaçaram os orcs. Para eles, não passamos de hordas insignificantes, de vermes, e eles anseiam pelo nosso sangue, pelas nossas terras. Mas o acerto de contas está chegando, irmãos! Vamos nos erguer."

— Ratak o Orgulhoso

Cookie Settings